3-banner 2021 1900x400

PANDEMIA E UM NOVO OLHAR DA GESTÃO PÚBLICA

O caos de mentalidade oposta e a ordem no conceito de pensamentos. Vetor Premium

Em 2020 vivemos aquilo que se chama ” o imponderável”. Os planejadores e os futuristas não imaginavam que pudesse ocorrer, muito menos os roteiristas de Hollywood. Pegou todo mundo de surpresa, calça curta. Bagunçou tudo e todos.

E agora povo? A realidade superou a ficção! Todos os governos ficaram atordoados, sem saber o que fazer. Então qual o caminho a seguir? Tivemos que aprender no dia-a-dia. A fórmula era apenas sobreviver, o dia de hoje é o mais importante. Quem achava que terminaria em 2020, dançou!

A pandemia causou estragos que não vai se recuperar tão cedo: desemprego, fechamento de empresas, endividamento; também abriu nossos olhos para os serviços básicos ofertados pelos governos: saúde, educação, apenas para ficar nestes dois. Não vou entrar no mérito dos hospitais sucateados e escolas sem estruturas.

Após as eleições de 2020, os novos gestores já com o ano perdido, e uma perspectiva sombria para 2021, tiveram que repensar o modelo de administração. Alguns, claro, fizeram um pequeno planejamento de sobrevivência e a população estão reconhecendo aqueles que pelo menos têm  um olhar no social e econômico.

OLHAR SOCIAL – manter os programas atuais e assistência para povos de vulnerabilidade social; A fome não espera.

OLHAR ECONÔMICO – criar mecanismos de emprego e renda mais rápidos; acionar toda equipe para estimular empreendedores.

OLHAR AMBIENTAL – ESSE FOI ESQUECIDO

 

UM  NOVO ÍTEN ENTROU NA LISTA: Quem acelerou a vacinação em suas Cidades com certeza tem um lugar especial na mente das pessoas.

Podemos sim melhorar com o aprendizado, cabe a nós escolher aquele que nesses tempos difíceis estendeu a mão para o próximo.

Fonte figura: freepik

FERNANDO CUNHA – Mba em Gestão Ambiental, Matemático, Pós graduado em Marketing, 38 anos setor financeiro. Aprendiz.

Paulista, 30/03/2021