3-banner 2021 1900x400

REDE, O QUE É?

          

Ministro Noronha amplia placar contra registro da Rede

Publicado em 03.10.2013, às 21h25

 

O ministro João Otávio de Noronha, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), votou na noite desta quinta-feira, 03, pela rejeição do registro de criação do partido Rede.

Noronha seguiu o voto da relatora do processo, ministra Laurita Vaz, que apresentou o mesmo entendimento.

“A questão não se resolve apenas no campo ético”, disse. “A questão se resolve no campo da legalidade. A ausência de número mínimo de apoiamento não cabe apenas da resolução do Tribunal Superior Eleitoral, é antes uma exigência de lei”, acrescentou.

O ministro também lembrou que mantido a rejeição da Rede, Marina terá outras opção de partido. Atualmente há 32 legendas no país.

Fonte: Agência Estado

O partido REDE, da Senadora Marina Silva, infelizmente não foi aprovado,conforme se verifica acima. Mas cabe algumas indagações inerente a este processo: O Tribunal Eleitoral decidiu politicamente ou conforme suas regras obscuras? A quem interessa? Porque não aceitaram as assinaturas? Onde está a democracia? Será que os ministros são isentos? porque LULA já cantava loas sobre este julgamento?Amanhã vão aparecer milhões de políticos lamentando o ocorrido!são lágrimas de crocodilo!Marina, foi uma lutadora até o fim,merecia esta oportunidade, e nós sonhávamos com esta possibilidade. O conceito de REDE, é de integrar todos os públicos envolvidos, os chamados” stakeholders”,como a comunidade,pessoas,políticos,sociedade,governo,ongs,escolas,empresas. Perdemos uma oportunidade na eleição de 2014, de uma escolha que poderia mudar os cenários, e termos uma opção que vislumbre novos tempos. Nestes tempos em que Marina Silva correu atrás para a criação do REDE, foi vítima da própria REDE de corrupção,REDE de intrigas, REDE da sacanagem, REDE dos sem vergonha, REDE do TSE, ou seja, CAIU na REDE não é peixe, é PIZZA. 

Fernando Cunha

SJE, 03/10/2013, às 22:10