3-banner 2021 1900x400

A SAÚDE HUMANIZADA EM SJE

Hoje, 30/09/2013, eu e minha esposa fomos ao hospital municipal de são José do Egito, levar minha gatinha Maria Fernanda,que está doente,com dor na barriga e diarréia;fomos para recepção e perguntamos se tinha médico;a resposta foi positiva. E fomos para o corredor dos mortais. Aguardamos um pouco a Dra. de plantão;um funcionário nos atendeu e aferiu a pressão;quando a médica chega,vamos logo levando nanda para que a veja; a mesma pergunta o que ela tinha;perguntou se tinha alergia a dipirona;não fez um exame,nem olhou direito pra ela;já encaminhou para a ala de pediatria; lá vem a enfermeira e pede a meu anjinho a mão e aplica um soro;pude perceber como está sujo a ala de pediatria;sujeira, formiguinhas, que é uma mistura para uma futura infecção hospitalar! agora o melhor está para o grande finale: fui perguntar a Dra de nariz arrebitado, porque ela não disse que minha filha teria que tomar soro;para minha surpresa a resposta veio a galope; e preciso informar tudo bem direitinho? respondí; claro que sim! saiu arretada,parece que não gostou! o atendimento ao cliente é fundamental para qualquer instituição;acredito que o curso de medicina tenha disciplina de como atender bem um paciente! precisamos de profissionais cada vez mais capacitados,pois é a vida humana que está em jogo, e naquele momento a minha razão de viver, que é minha filha.

Fernando Cunha

Sje, 01/10/2012 às 00:54hs