ONDE ESTÁ A LIBERDADE DE IR E DE VIR?

 

Pela ousadia de fazer uma simples pergunta, um jovem repórter de Tv, no exercício de sua profissão, foi agredido verbalmente por uma manifestante do grupo estelita.

O repórter perguntou sobre a reclamação dos moradores em relação ao acesso à rua, ovos jogados no prédio e a câmara de vigilância quebrada, no primeiro dia.

“Não vou lhe responder. Você é um escroto”, atacou a garota.

“Como toda imprensa que estava presente, me senti ofendido’, relata, pedindo que o nome não fosse divulgado. O Blog de Jamildo presta solidariedade ao rapaz. Ele retrucou, pedindo respeito, pois estava apenas trabalhando.

11209757_773220089452443_212601845721641639_n

As ações truculentas do grupo com a imprensa local acabaram gerando uma grande indignação no reportariado. Nesta manhã, cinegrafistas comentavam que o ideal seria que os chefes de reportagem se reunissem em decidissem não dar mais atenção ás pautas do grupo.

Há muitas outras histórias de agressão e tentativa de intimidação, que os profissionais evitam divulgar, para não serem discriminados no dia a dia. O patrulhamento na internet não tem limites.

Fonte: NE10

Fernando Cunha – 10.05.2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *