EX-SECRETÁRIO DE CULTURA …….QUE COISA FEIA

Quando resolvi trazer para São josé do Egito, a maior exposição que a Cidade já teve,falei com o meu amigo Irageu Fonseca,coordenador da exposição no Estado de Pernambuco, da Secretaria de Direitos Humanos, um ano antes,articulando,conversando, e graça a Deus foi um sucesso…..Agora a sucessão de bobagens cometidas pelo ex, para que eu fosse ligado a esta ação, chega a ser imbecilidade,amadorismo, inclusive em entrevista, o jornalista perguntava:"Porque você veio para São José do Egito"? a resposta:" Eu vim para esta Cidade,porque o Fernando Cunha mim pediu"! E na apresentação final,fez  tantas manobras para que eu não fizesse parte da cerimônia de encerramento,com a casa lotada,que o amigo e coordenador, falou: quando o Fernando chegar nós iniciamos. E  ainda vejo na prestação de contas de sua gestão medíocre na Cultura, divulgado no face,que a exposição foi mérito seu,veja aqui,sem ao menos colocar o crédito,como fosse ele,e somente ele o senhor da articulação.

Nenem Patriota Chárliton

23 de dezembro de 2014 às 14:32 · São José do Egito · Editado · 

25 ANOS EM SÃO JOSÉ DO EGITO – 60 MARCOS DESTA TRAJETÓRIA
(Hoje – TERÇA – de 43 até 48):

43- Exposição TORTURA NUNCA MAIS – Para Jamais Esquecer, Para Nunca Mais Acontecer, com painéis historiando o Golpe militar de 64 e a ditadura militar, palestra inicial e término, tendo a presença de ex-presos e torturados políticos como Marcelo Mário de Melo, Chico de Assis, Alberto Cavalcanti e membros da Comissão Nacional da Verdade;
44-Idealização dos desfiles temáticos do Colégio Interativo (pelas principais ruas e avenidas da cidade), além de 04 desfiles da Rede municipal de Ensino;
45-Reativação (por duas vezes) da Escola e Banda de Música Cícero David;
46-Apoio à criação do Memorial da Cultura Popular no Centro de Cultura e transferência da sede para o Paço Municipal (antiga Câmara de vereadores), prédio histórico de São José do Egito;
47-Revitalização total do Beco de Laura (através da iniciativa do prefeito Romério), instalando novo piso, bancos, luminárias, pinturas dos prédios históricos e painéis poéticos, tornando-se local de turismo e do Sextão Cultural;
48-Descoberta oficial do Sítio Arqueológico das Batatas, com representantes da Empetur, constatando as inscrições Itaquatiara e aferindo ser um dos maiores do Nordeste brasileiro.

São José do Egito recebe exposição itinerante sobre o regime militar

 | Direitos Humanos

 

sedsdhMoradores de São José do Egito, no Sertão do Pajeú farão uma viagem pela história de luta do período militar no Brasil. Esse resgate será possível através da exposição itinerante “Democracia: Para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça”, que será aberta, nesta sexta-feira, 23, no Centro de Inclusão Digital do município.

A exposição, composta por 30 painéis, retrata através de fotografias e depoimentos um período onde a repressão e a violência contra a sociedade eram constantes. O objetivo da mostra do Governo Federal, que passou também por Brasília e Fortaleza, é colocar a população em contato com a busca pelo direito a memória e a verdade.

Segundo o coordenador do Projeto Memorial da Democracia em Pernambuco, Irageu Fonseca, a mostra já foi conferida, aqui no estado, pelo público do Recife, de Caruaru, Salgueiro, Serra Talhada, Floresta, e agora São José do Egito. Os painéis que compõe a exposição mostram não só um resgate do regime militar, mas um pedaço importante da nossa história que é destacado em roda de diálogos com professores, historiadores e estudantes, em alguns locais por onde passa. Acrescenta Irageu Fonseca

Na abertura, a presença dos anistiados políticos Carlos Alberto Soares e Alberto Vinícius, que poderão contar um pouco da história de luta que vivenciaram à época.

Nenen Patriota.

Fernando Cunha 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *