Explicando o que é o governo para um “forasteiro”

por , sexta-feira, 21 de junho de 2013

"Forasteiro" não é um termo ofensivo. Significa uma pessoa que se encontra fora de sua pátria. Os crentes (evangélicos) são considerados "cidadãos dos céus", por esse motivo são "forasteiros" no planeta terra.,
Alguém que colobora com a Cidade
  •  
 

………………………………………………………


alien_governo.jpgPerambulando despreocupadamente por sua vizinhança, um homem pacato se depara com um curioso e inofensivo alienígena que está visitando nosso planeta para observar melhor o progresso de nossa espécie.  Abaixo, uma transcrição do diálogo entre o humano (H) e o alienígena (A).

 

H: Nossa, um alienígena!

A: Sim, mas não se assuste.  Estou aqui apenas para observar.  Viajei por todo o espaço para vir aqui à Terra com o objetivo de estudar como a espécie humana está progredindo.

H: Ah, legal! Ei, sendo assim, vou tentar levar você até nosso líder.  Quer?

A: Seu o quê?

H: Nosso líder.  A pessoa que está no comando.

A: A pessoa que está no comando de quê?

H: Ora, no comando de tudo.

A: Vocês têm uma pessoa que está no comando de tudo?

H: Não, não, essa pessoa está no comando apenas do governo.

A: O que é o governo?

H: Bom, o governo é uma entidade que cria regras para nós obedecermos.  Ele nos diz o que podemos e o que não podemos fazer.

A: Então o governo é muito sábio?  Ele cria regras sábias e sensatas para vocês seguirem?

H: Bem… digamos que na maioria das vezes sim, mas o problema é que algumas de suas regras são completamente idiotas.

A: E vocês ignoram estas regras que são completamente idiotas?

H: Não, não podemos fazer isso.  Temos de obedecer todas as regras, mesmo que elas sejam estúpidas e discordemos delas.  O governo pune qualquer um que desobedeça suas regras.

A: Então vocês são escravos do governo?

H: Não, não, não.  Não é bem assim.  O governo trabalha para nós, o povo.  Ele serve a nós.  Nós somos os chefes do governo.

A: Ele diz a vocês o que fazerem, ele pune vocês com violência caso desobedeçam, e ainda assim vocês é que são os chefes dele?

H: Sim…

A: Mas existem coisas que o governo faz e que vocês não gostam, certo?

H: Bom, sim… Nem tudo o que o governo faz é popular.  Por exemplo, quando ele toma uma quantidade excessiva do nosso dinheiro, ou quando ele usa esse dinheiro para privilegiar determinados grupos de pessoas, ou quando ele prende inocentes, ou quando ele mata inocentes, ou quando é flagrado fazendo corrupção.  Não gostamos quando isso acontece.

A: É muita coisa….  O que é corrupção?

H: É quando o governo utiliza nosso dinheiro para fins ilícitos, visando ao seu proveito próprio.  Ele pega nosso dinheiro e não dá nada em troca.  É praticamente como se fosse um roubo.

A: Hum… Vocês dão dinheiro para o governo?

H: Sim.  Bom, na verdade, nós não "damos".  Ele toma da gente.  E usa esse dinheiro para financiar absolutamente tudo o que ele faz.

A: Mas você havia dito que vocês são o chefe do governo.  Como pode o governo tomar dinheiro de seus chefes?

H: Porque ele nos obriga a dar dinheiro a ele.

A: E se vocês não quiserem dar?

H: Aí ele nos prende.

A: E se você resistir à prisão?

H: Aí ele pode nos matar.

A: Isso está meio confuso para mim.  Acho que ainda estou sob o efeito da minha longa viagem… Vocês humanos por acaso já chegaram ao estágio em que, de uma forma geral, consideram que roubar, escravizar e matar sejam atitudes ruins?

H: Ah, sim, todos nós pensamos assim.  Não roubar.  Não agredir.  Não matar.

A: Mas vocês dão dinheiro para o governo e ele não apenas rouba esse dinheiro, como também o utiliza para privilegiar, prender e matar pessoas?

H: Bom, sim, mas o governo também faz coisas boas com nosso dinheiro.

A: E por que vocês não param de pagar pelas coisas de que não gostam e pagam apenas pelas coisas de que gostam?

H: Não, não podemos fazer isso.  Você não pode simplesmente decidir que não irá mais pagar impostos, pois as regras dizem que todo mundo tem de pagar impostos.

A: Mas as regras foram feitos pelo governo, não foram?

H: Sim.

A: Então o governo criou uma regra dizendo que todo mundo tem de dar dinheiro para ele?  Então todo mundo paga impostos porque se não pagarem o governo irá puni-las utilizando de violência?

H: Bom, sim, mas a maioria das pessoas não liga de pagar impostos; a maioria se sente obrigada a pagar impostos e a se submeter às leis do governo, pois é para o bem da sociedade.  A sociedade precisa de governo, e isso significa que todos nós temos de pagar impostos.

A: Ok, então deixe-me ver se entendi corretamente.  O governo cria as regras e vocês se sentem obrigados a seguir estas regras, mesmo aquelas de que vocês não gostam.  O governo também diz a vocês o que vocês devem fazer, e ameaça punir vocês caso não façam o que ele ordenou.  E ele também usa parte do dinheiro que tomou de vocês — utilizando de ameaça de violência — para pagar por coisas de que vocês não gostam e as quais na realidade pensam ser imorais, como roubo, assassinatos e privilégios.

H: Bom, sim, mas nós podemos pedir a ele que nos dê apenas ordens sensatas, e que pare de tomar nosso dinheiro para utilizá-lo em coisas ruins.  Nós temos a permissão para pedir ao governo para que ele nos dê apenas as ordens que queremos que ele nos dê.

A: Só de curiosidade, vocês não têm medo desta coisa, não?  Pelo que visualizo, o governo é um monstro enorme capaz de esmagar você pelo simples fato de você tê-lo desobedecido.  É isso?

H: Não, o governo não é um monstro.

A: Ok, então o que é o governo?  Você poderia me descrevê-lo em mais detalhes?

H: Na verdade, o governo não é bem o tipo de coisa que você pode descrever em detalhes.

A: Bom, então talvez você possa me levar até ele.  Onde fica o governo?

H: Você se refere ao prédio?

A: O governo é um prédio?

H: Não, mas os políticos que controlam o governo ficam dentro de prédios.  É nesses prédios que eles trabalham.

A: Então o governo é um grupo destes políticos?

H: É… de certa forma.

A: Ok, mas de qual espécie são estes políticos?

H: Bom, eles são… humanos.

A: Iguais a você?!

H: Sim…

A: Então políticos são humanos e eles são o governo.  Você é humano, mas você não é o governo.

H: Certo.

A: Então são os políticos que estão por trás de tudo.  São eles que dão ordens a vocês, são eles que obrigam vocês a fazerem coisas contra suas vontades, e são eles que tomam seu dinheiro usando de ameaças de violência.  No entanto, muito embora vocês todos sejam humanos, vocês não podem dar ordens a eles e tomar o dinheiro deles?

H: Não.  Eles nos mandariam para a cadeia se fizéssemos isso.  Mas olha só, você está tendo uma ideia errada. Políticos não podem simplesmente sair fazendo tudo o que eles quiserem.  Tipo, um político não pode simplesmente me abordar na rua e me obrigar a dar dinheiro para ele.  Eles não podem fazer isso.  Políticos só podem fazer esse tipo de coisa se estiverem no seu trabalho, se estiverem trabalhando para o governo.

A: Ah, então políticos não são o governo.  Eles apenas trabalham para o governo.

H: Correto.

A: Ok, então o governo não é nenhum monstro enorme. E também não é um prédio.  E tampouco são os políticos.  O governo é algo mais.  E ele emprega políticos que são apenas humanos normais, mas que têm o poder de dar ordens gerais e de tomar o dinheiro de todo mundo.  Como um humano comum se torna um político?

H: Bom, esta é a coisa mais sensacional a respeito de nosso governo.  Temos uma democracia, e isso significa que são as pessoas que de fato detêm o poder, pois somos nós que decidimos quem entre nós poderá ser um político.  Somos nós que votamos.  E se um político começar a fazer coisas de que não gostamos, podemos simplesmente substituí-lo por outra pessoa na próxima eleição.

A: Então aqueles que são escolhidos para serem políticos somente podem dar ordens e tomar o dinheiro das outras pessoas durante um pequeno período de tempo.  Após esse período, eles voltam a ser humanos normais?

H: Exatamente.

A: Isso me parece uma posição muito poderosa para se conceder a alguém.  Mas se vocês podem escolher os humanos que serão os políticos, suponho então que os políticos sejam sempre os mais sábios, mais honestos, mais afetuosos e mais respeitados humanos entre vocês.

H: Bem, não, na verdade não.  Eu diria que os políticos não são exatamente conhecidos por serem honestos, sábios e afetuosos.  E eles certamente não estão dentre os mais respeitáveis de nós humanos.  Pensando bem, quase todos os políticos são safados e mentirosos; meros desonestos ávidos por poder.

A: Aqueles que vocês escolhem?

H: É.  Eles estão sempre fazendo coisas de que não gostamos.  Eles usam o dinheiro do contribuinte para se enriquecerem a si próprios e seus amigos, e eles nunca cumprem as promessas que fizeram aos eleitores.  Eles frequentemente são flagrados roubando, mentindo e aceitando propinas, e eles quase sempre fazem tudo aquilo que os grandes empresários, que são os grandes doadores de suas campanhas, querem.   Sim, eles estão sempre fazendo coisas erradas.  Elas são totalmente corruptos.  São um bando de vigaristas mentirosos.

A: Mas você disse que a maioria dos humanos sabe que roubar e agredir são coisas erradas.  E você também disse que vocês, o povo, têm o poder porque podem mudar quem está no comando.  Então por que vocês não simplesmente tiram os mentirosos e ladrões e os substituem por pessoas comuns?  

H: Bom, a verdade é que nós não escolhemos os vigaristas mentirosos para votar neles.  Eles simplesmente se revelam assim quando chegam ao governo.  Mas nós temos de ter um governo porque alguns humanos são maldosos e podem matar ou roubar ou escravizar outros humanos.  A civilização simplesmente não poderia viver sem governo.

A: Tá, então deixe-me novamente ver se entendi.  Dado que vocês estão preocupados com um pequeno número de humanos malvados que estão dispostos a matar, escravizar e roubar, vocês pensam ser necessário para a sua sobrevivência ter um sistema no qual alguns dos humanos entre vocês, por um pequeno período de tempo, passam a se chamar de governo, adquirem o poder de dar ordens a todos os outros humanos como se estes fossem escravos, e passam a roubar e a usar de violência porque, se eles não fizerem isso, outras pessoas poderiam fazer?  E vocês tentam eleger pessoas boas e honestas para serem políticos, mas o que realmente acontece é que as pessoas que vocês elegem se revelam corruptas, maldosas, vigaristas e mentirosas.  Este é o seu sistema?

H: É… é bem assim que funciona o nosso governo.

Fernando Cunha

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *