Monthly Archives: abril 2016

Agenda 40 será em Limoeiro nesta Terça(12)

 

O ex-vereador Joãozinho e Pré-candidatos a prefeito por Limoeiro pelo (PSB), informou a realização da agenda 40 em Limoeiro, nesta terça feira (12) na Câmara de Vereadores de Limoeiro (casa professor Agripino de Almeida) às 19h30min.
A agenda 40 é uma oportunidade para apresentar os nomes de Joaozinho, como pré-candidato à prefeitura de Limoeiro, e de vários pré-candidatos a vereador assim como os atuais vereadores à reeleição em Limoeiro. O evento vai contar  com a participação de deputados pelo PSB e da Base aliada, como o deputado, Aluísio Lessa, e membros da Executiva Estadual e Municipal do partido.
O evento é uma reunião propositiva realizada pelo PSB, anualmente, em todas as regiões de Pernambuco, tendo como objetivo a integração dos vários segmentos do partido (LGBT, Popular, Negritude, Sindical, Mulheres, Juventude) com a direção regional, que estimula o debate, ouve sugestões e recolhe propostas para serem incorporadas na ação política do partido.


A agenda 40 é, portanto, um instrumento utilizado para reunir a militância e discutir com os segmentos a organização do partido e, também, apresentar as suas lideranças à militância.

Fonte: Folha de Limoeiro.

Opções de investimento para os filhos vão além de poupança e previdência

  Patricia Pereira/Folhapress  
Opções de investimentos para as crianças podem ser as mesmas dos adultos, como CDBs e fundos
 

 

 

Desde o nascimento

O primeiro passo é emitir um CPF para a criança

 

COMO VOCÊ QUER INVESTIR

Pelo banco?

 

 

 

  • Abra uma conta-corrente no nome da criança: Depois disso, todos os investimentos podemficar no nome de seu filho
  • O que você precisa saber: Alguns gerentes podem resistir em dizer que é possível investir diretamente no nome da criança

 

 

 

 

Por corretora?

 

 

  • Escolha uma corretora: Em algumas delas, é possível preencher cadastro pela internet rapidamente
  • O que você precisa saber: Se você quiser investir no Tesouro Direto, a corretora precisa ser habilitada

 

 

 

 

Bancos

Poupança

Vantagem
Bancos permitem programar aplicações automáticas

Desvantagem

Tem rendido abaixo da inflação e menos que outros investimentos

 

 

Corretoras

 

Ações

Vantagem

Planejadores financeiros recomendam uma parcela de investimentos em Bolsa

Desvantagem

 

Volatilidade exige sangue frio; existem investimentos em renda fixa que podem ser mais rentáveis mesmo a longo prazo

 

 

Tesouro direto

Vantagem

O título Tesouro IPCA+ oferece hoje vencimento para mais de 10 anos e que protegem poder de compra com boa remuneração, ainda de 6% ao ano O título Tesouro IPCA+ oferece hoje vencimento para mais de 10 anos e que protegem poder de compra com boa remuneração, ainda de 6% ao ano

Desvantagem

 

 

O papel é volátil, se for preciso vender antes, o investidor pode perder dinheiro

 

 

 

 

 

Banco e corretoras

 

 

CDB

Vantagem

 

Aplicação conservadora,  que remunera com um percentual do CDI (juros pagos entre bancos, próximos da taxa básica de juros da economia)

 

Desvantagem

 

 

 

Costumam ser aplicações de curto prazo; em bancos grandes, a remuneração gira em torno de 85% do CDI

 

 

 

 

 

Previdência privada

 

Vantagem

 

 

Investimento de longo prazo, permite dedução do IR

 

 

Desvantagem

 

 

 

 

Taxas de carregamento e de administração superiores a 1% ao ano são consideradas caras e afetam rendimento

 

 

 

 

 

 

Fundos

 

Vantagem

 

 

 

O fundo pode ser um bom  instrumento para combinar renda fixa e variável

 

 

 

Desvantagem

 

 

 

 

 

Come-cotas semestral; taxa de administração precisa ser baixa

 

Fernando Cunha – 04/03/2016

 

 

Os óculos de realidade virtual com celular dentro são um fingidor. Fingem tão redondamente que o espectador chega a imaginar como dor a dor que os flagelados de Mariana deveras sentem.

Essa imitação dos versos de Fernando Pessoa vem a propósito do documentário "Rio de Lama", sobre o rompimento da barreira da Samarco que soterrou a vila de Bento Rodrigues. A obra, com menos de dez minutos de duração, estreia nesta segunda-feira (4).

O diretor Tadeu Jungle namorava a técnica de filmagem "esférica", com câmeras que captam tudo ao redor, quando ocorreu a tragédia. Intuiu que seria perfeita para captar toda a dimensão do crime ambiental e, em menos de um mês, estava no local com um cubo de máquinas GoPro.

O resultado é surpreendente, em sentido literal. Mesmo quem já viu dezenas de imagens -carro no telhado, retrato na parede enlameada, brinquedo despedaçado na lama- não deixará de encontrar uma perspectiva nova.

O aparato necessário é, de início, desconfortável. Usei os óculos -uma caixa de plástico de mais ou menos 20 cm por 10 cm, com tiras para fixá-la na cabeça- sobre os meus, de grau. Fones de ouvido completavam a tralha.

Bastam poucos segundos para se esquecer dela e dos pixels da tela do celular, perfeitamente visíveis. A ilusão de estar no rio de lama, do que sobrou, é mais forte.

SIGNOS DE DESTRUIÇÃO

De fato, não sobrou nada. Por todo lado que se vire a cabeça ou o corpo só se veem signos de destruição: barro para todo lado, seco ou gosmento, dos quais emergem fragmentos de vidas passadas.

A agitação motora do espectador, que se esforça para ver tudo ao redor, de início faz com que ignore o que está sendo dito. Sabe que são as vítimas falando de seus desgostos e perdas, mas a ânsia de captar a realidade perturbadora se sobrepõe.

Aos poucos a torrente de palavras enlutadas se impôs. Muitas foram ditas pelos ex-habitantes de Bento no próprio local em que moravam. "Aqui era a varanda…"

Um casal entoa moda de viola com voz mais pungente do que o normal. Em volta, a quantidade de lama que nada tem de normal. Mais adiante, paredes, portas, corredores e janelas da escola sem teto apertam o coração, como tudo que fica impedido de cumprir seu destino. Não há crianças correndo nem aprendendo, essa é a realidade.

Foi feliz a escolha do diretor de se concentrar nas imagens desoladas de Bento Rodrigues e depoimentos dos moradores órfãos. Não serve de nada para se informar sobre o desastre e seus culpados, mas transporta o espectador e o posiciona imediatamente do lado das vítimas.

É uma "máquina de empatia", a realidade virtual fabricada com celulares e óculos, como disse o artista inovador americano Chris Milk, citado por Jungle. É tudo verdade.

Eis aí um instrumento poderoso, que o jornalismo ainda terá de aprender como usar. Como se já não bastassem os drones, as redes sociais, as bases de dados… Haja tecnologia "disruptiva", como virou moda dizer.

Algo bem maior se rompeu em Mariana. Todas as tecnologias do mundo são bem-vindas para contar essa história.

O documentário termina com uma exortação de Jungle para que se erija no lugar da tragédia um memorial, de modo que nunca se possa esquecer o que aconteceu ali. Mas um memorial real-virtual já existe: "Rio de Lama".

*

RIO DE LAMA
Onde MIS (Museu da Imagem e do Som), av. Europa, 158, Jardim Europa, em São Paulo
QUANDO seg: 19h, 20h e 21h -há número limitado de convites, por ora reservados a assinantes da Folha; reservas pelo e-mail: eventofolha@grupofolha.com.br
QUANTO Grátis; também disponível na App Store e Google Play
AVALIAÇÃO** Muito bom

Fonte: Folha

Fernando Cunha – 04/03/2016

1/03/2016 18h54 – Atualizado em 31/03/2016 18h54

Peter Pan decide que só vai crescer depois que economia se estabilizar

Especialistas chegam ao País para entender por que a crise não está deixando ninguém crescer.

 
Logo Amazon

PORAMAZON

conteúdo de responsabilidade do anunciante

kindle_txt1_peterpan (Foto: Sattu Rodrigues)Peter Pan e seu novo arqui-inimigo: a vida adulta.

O ano começa de verdade depois do Carnaval. Mas, ao que parece, a economia continua com o mesmo problema de crescimento, conhecido como Síndrome de Peter Pan, fenômeno comum entre alguns jovens, de 25 a 35 anos, que fazem de tudo para não ingressar na vida adulta.

Como medida emergencial, um comitê reuniu especialistas de diversas áreas com o objetivo de estudar ações para enfrentar a crise. Peter Pan foi o primeiro a chegar, acompanhado de Sininho. “Viemos voando nós mesmos, impossível pegar avião por causa dos preços da passagem”. 

Durante entrevista coletiva na manhã de hoje, Peter resumiu a situação: “Está difícil ser adulto hoje em dia”. “Tudo ficou mais caro. Viajar para fora da Terra do Nunca? Pelo jeito, nunca mais.” – momentos antes de ser multado por voar acima dos 50km/h.

Mas não é só o menino que enfrenta a crise. A situação atingiu até as classes mais altas e mesmo o Capitão Gancho, conhecido por sua esperteza, cedeu aos tempos difíceis, largando a pirataria marítima pela digital: “Hoje em dia, tenho mais medo do Leão do que do Crocodilo. E no fim da história, esta crise afundou até o meu navio”.

Logo Amazon

CONTEÚDO DE RESPONSABILIDADE DO ANUNCIANTE

 

‘Cunha é o bandido que mais gosto’, diz Roberto Jefferson

PUBLICADO EM 01/04/2016 ÀS 11:28 POR  EM NOTÍCIAS

roberto_jefferson_1

Estadão Conteúdo – Condenado a sete anos e 14 dias de prisão no processo do mensalão, o ex-deputado Roberto Jefferson obteve perdão da pena no último dia 22 e se prepara para reassumir em 14 de abril, a presidência do PTB, atualmente ocupada por sua filha, a deputada Cristiane Brasil. Quer voltar ao comando partidário ainda durante o processo do impeachment da presidente Dilma Rousseff, do qual é favorável.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Jefferson, de 62 anos, dispara que Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente da Câmara, é o “bandido” que ele diz mais gostar, pois “foi o adversário mais à altura do Lula”, que “nunca esperou encontrar um bandido da mesma qualidade moral, intelectual que ele”.

Jefferson manifestou ainda sua “preocupação” com a prisão da mulher e filha de Cunha. “São mulheres bonitas, cheirosas”, que vão ser assediadas por companheiras de cela, “vão apanhar na cara”.

Questionado se tinha conhecimento das irregularidades na Petrobras quando ainda atuava no Congresso, o ex-deputado disse que não sabia dos detalhes. A estatal, segundo ele, “sempre foi a empresa elite dos partidos mais poderosos”.

“A estatal é a semente da corrupção no Brasil. Partidos disputam cargos nas estatais para seu financiamento. O que vão assaltar nos seis meses enquanto durar o processo de impeachment é uma loucura. Vai todo mundo querer fazer caixa, porque ela (Dilma) cai em seis meses”, afirmou.

Jefferson disse que o PTB, por ser muito pequeno, nunca pleiteou alguma diretoria ou gerência importante na Petrobras. “O PTB teve a presidência da Eletronorte, a diretoria do IRB (Instituto de Resseguros do Brasil) e aquela diretoria dos Correios”.

O ex-deputado disse acreditar que Lula será condenado no âmbito da operação Lava Jato. “Penso que Lula não vai escapar. O mensalão parou na antessala dele, na Casa Civil. Mas o petrolão entrou dentro do Palácio (do Planalto). Ou esse (Marcelo) Odebrecht fala ou vai levar 30 anos na cadeia”, afirmou.

“Marcos Valério levou uma martelada de 40 anos. O processo do petrolão é diferente do mensalão. O mensalão surgiu do embate político, da denúncia que fiz. No petrolão não tem nem voz da oposição. A oposição está em silêncio porque muito dos seus estão comprometidos, tem muita gente da oposição enroscada nas empreiteiras”, disse. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Blog do Jamildo – JC

Fernando cunha 01/04/2016