Monthly Archives: janeiro 2014

DUAS RODAS

Uma motocicleta com muitas histórias

A Royal Enfield nasceu na Inglaterra, esteve na guerra, passou a ser fabricada na Índia e hoje é vendida no Brasil, onde terá até montadora própria

Publicado em 04/01/2014, às 08h30

A Royal Enfield faz parte de um seleto grupo de marcas de motocicletas que ultrapassou os 100 anos de fundação e ainda está em atividade / Foto: Divulgação

 

A aparência é de uma motocicleta que acabou de chegar do pós-guerra. A Classic 500, modelo da marca inglesa Royal Enfield, parece que parou no tempo. Mas não se deixe enganar pelo visual. A Classic 500 traz equipamentos atuais para oferecer conforto e segurança ao motociclista de hoje.

Nada de carburador. O motor a gasolina é alimentado por injeção eletrônica. O freio é a disco na roda da frente. Os amortecedores traseiros são a gás, com regulagem, o que garante mais conforto para piloto e carona. O escapamento tem catalisador para atender a normas ambientais atuais. A partida é elétrica, mas a moto ainda oferece o antigo pedal para quem sentir saudades do velho coice com a bota para ligar o motor.

A motocicleta é vendida no Brasil desde 2012. A Royal Enfield possui no País apenas um modelo, mas ela é vendida em sete versões. A Classic 500 pode vir vestida de militar, com pintura verde oliva ou na cor marrom. Quem preferir, pode optar pela preta com detalhes dourados ou a estilosa vermelha com cromados por todos os lados. O visual antigo é o charme pelo qual se paga a partir de R$ 24.500.

Se vier acompanhada pelo side carcarrinho lateral, a conta sobe para R$ 32 mil. Aliás, a Royal Enfield dotada de banco do garupa é a primeira moto comercializada no Brasil autorizada a levar três pessoas. E a única, sem dúvida, capaz de proporcionar uma viagem no tempo.

HISTÓRIA – A Royal Enfield faz parte de um seleto grupo de marcas de motocicletas que ultrapassou os 100 anos de fundação e ainda está em atividade. Assim como a Harley Davidson, Triumph e a Indian, ela é um clássico. Iniciou as atividades em 1891 como fornecedora de peças de rifles e bicicletas. Em seguida, a Enfield teve autorização da Coroa Real Britânica para usar o nome “Royal” em sua marca. Em 1909 apresentou a sua primeira motocicleta ao mundo. 

Fonte: NE10, 04/01/2014

Fernando Cunha,  SJE 04/01/2014 

INTERNACIONAL // VATICANO

Papa Francisco pede nova atitude da Igreja com os filhos de homossexuais

Publicado em 04.01.2014, às 19h02

 

ce24849b9067cf0ad068d93c10d8df80.jpg

O papa Francisco pediu à Igreja católica para reconsiderar sua postura com os filhos de casais homossexuais e de pais divorciados, alertando sobre uma atitude que pode se reverter em algo equivalente a "inocular uma vacina contra a fé". "Do ponto de vista educacional, os casamentos homossexuais nos lançam desafios que às vezes compreendemos mal", disse o papa em um discurso à União Internacional de Superiores Gerais, no dia 29 de novembro, cujos trechos foram divulgados na internet, pela imprensa italiana, apenas neste sábado.

"A quantidade de crianças escolarizadas cujos pais estão separados é muito alta", disse, acrescentando que, a estrutura familiar está mudando na atualidade. "Lembro do caso de uma menina que, com tristeza confessou a sua professora: 'a namorada da minha mãe não gosta de mim'", disse o papa, segundo os meios de comunicação.

O papa considerou que os educadores deviam se perguntar "como ensinar o Cristo a uma geração em transformação?". "Temos que cuidar para não lhes administrar uma vacina contra a fé", alertou.

Apesar de a Igreja estar frequentemente em conflito com lésbicas, gays, bissexuais e a comunidade transgênero em relação ao casamento homossexual, as tentativas de abertura do papa argentino foi apreciado. Em julho teve um gesto com os gays ao declarar: "Se alguém é gay e busca o Senhor com sinceridade, quem sou eu para julgá-lo?".

Em dezembro, a revista norte-americana The Advocate, consagrada à homossexualidade, destacou o chefe da Igreja católica como "a personalidade mais influente em 2013 na vida dos LGBT (lésbicas, gays, bi e transexuais)". O papa convocou uma assembleia geral dos bispos, no próximo ano, para discutir a posição da Igreja em relação à família, na qual deverá ser debatido, entre outros problemas, o dos divorciados que voltaram a casar e dos filhos de pais separados.

Fonte: AFP

Fonte: NE10, 04/01/2014

Fernando Cunha, SJE 04/01/2014

Atividade física

  •  

 

 

 

Atenção professores/diretores/educadores, movimente-se!

 

Nancy Campos

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), três agências da ONU (Unicef, Unesco e ONU Habitat) e entidades públicas e privadas brasileiras vão investir R$ 16 milhões para incentivar a prática de atividade física infantil no Brasil. Isso porque um estudo da Universidade de São Paulo (USP) concluiu que as crianças brasileiras são as menos ativas da América Latina. O anúncio foi feito no último dia 10 de dezembro, no lançamento do projeto Desenhado para o Movimento.

De acordo com Jorge Chediek, representante do Pnud e do Sistema ONU no País, as crianças brasileiras estão se exercitando menos do que há cinco anos. Segundo o executivo, o sedentarismo infantil afeta a saúde física e psíquica, bem como o desempenho escolar. “É preciso fazer um movimento conjunto, uma série de parcerias, para mudar essa tendência”, afirma.

O objetivo da iniciativa é criar experiências positivas para as crianças se movimentarem mais e se tornarem adultos ativos, incorporando a atividade física ao dia a dia. O foco está nas crianças com até 10 anos. O projeto aborda a atividade física como fonte de vantagem competitiva, que pode contribuir para a liderança, produtividade e inovação.

Fonte:Blog Abílio Diniz, site UOL

Fernando Cunha, 03/01/2014

Saiba por que a flexibilidade é chave para o sucesso

As pessoas têm competido por status desde os dias em que o caminho mais seguro para o topo do monte era a capacidade de moldar uma ferramenta de pedra ou derrubar o antílope mais poderoso. E ao longo desta longa história de peito estufado e sutil mostrando, nós viemos acima com uma grande variedade de maneiras de provar que estamos no ápice desse grupo.

Pamela Haag, colaboradora do site Big Think, examinou os resultados de um estudo recente do grupo de geração do milênio sobre seus sentimentos em relação ao trabalho e à remuneração. No curso de uma discussão interessante de algumas inconsistências nos resultados – Haag concentrou-se em um coisa que quase todos os entrevistados que concordam.

“94% dos trabalhadores – quase uma onipresença estatística – reduziram seu trabalho para cuidar de uma criança ou de um membro da família e revelaram que estavam contentes por terem feito isso “, diz ela. O que isso tem a ver com a situação? Pamela explica:

Para mim, isso aponta na direção de revisitar o que nós pensamos como sucesso. Se tantas pessoas estão felizes que eles tomaram o tempo fora, isso sugere que nós estamos pensando sobre o sucesso no local de trabalho, realização e liderança.

Talvez nós estamos implantando os indicadores errados de sucesso. Neste momento, e talvez até mais, no futuro, o sucesso pode estar prestes a uma autonomia máxima e a flexibilidade para fazer um trabalho interessante e ser pago por isso, ao contrário da ambição vertical. Ou, “liderança” pode ter mais a ver com criatividade e inovação, e não com quantos funcionários você comanda .

Em outras palavras, muitos de nós em particular já valorizam a flexibilidade e a autonomia como realizações mais importantes do que as formas tradicionais de trabalho. É uma boa notícia para os empresários que já beneficiam de controlar suas próprias vidas de trabalho. Talvez seja a hora de fazer mais para reconhecer publicamente a definição “sucesso”.

Para se aprofundar mais nos estudos, confira o ensaio de Pamela Haag na íntegra:
bigthink.com/harpys-review

Fonte: Blog 3M

Fernando Cunha, 01/01/2014

O que fazer quando a criatividade parece estar bloqueada?

 

 
 

Construir um negócio vai muito além da habilidade, dedicação e conhecimento. Empresários e outros líderes devem ter toneladas de criatividade para permanecer relevante, para o cultivo de relações com os clientes e para a superação de obstáculos. E quando a gente chegar muito perto da floresta de nossa própria empresa, é muitas vezes um desafio para ver as árvores de forma clara. É quando podemos nos encontrar preso em uma queda da criatividade.

De acordo com artigo da personal coacher Lindsay Broder, existem algumas estratégiassimples para acender a chama criativa. Conheça algumas delas a seguir:

1 . Check-in da sua lista de missões.
Listas de objetivos da empresa são muitas vezes escritas e depois, esquecidas. Mantendo a sua à mão para revisão regular mantém a mente focada no “porquê” você está no negócio. Quando você é claro sobre o porquê (ou seja , por que seus clientes precisam que você como fornecedor) , então é mais fácil de chegar ao “o quê” (isto é, o que você fornece, gerado através da criatividade ) . Se você não tem uma lista de missão, agora é um bom momento para escrever uma.

2 . Encontre inspiração nos seus clientes. 
Recentemente, ouvi um casal de empresários de sucesso falar sobre onde encontrar inspiração. Cada um deles disse que quando estão se sentindo presos ou frustrados, sem capacidade criativa, eles chamam seus clientes favoritos e passam alguns minutos conversando. E garantem: se o fizer, reacenderá a sua criatividade.

3 . Leia!
Pessoalmente, eu não leio nada que não sirva para a minha capacidade de melhor servir os meus clientes, simplesmente porque eu não dedico meu tempo à leitura por prazer. E muitas vezes eu encontro inspiração em minha prática diária de ler matérias interessantes na web. No entanto, às vezes isso não é o suficiente e eu tenho que ler fora da minha zona de conforto para inflar a minha centelha criativa.

4 . Agende uma reunião com os funcionários para trocar ideias por aí. 
Seus funcionários conhecem o seu negócio a partir de uma perspectiva diferente da sua. Tendo feedbacks regulares, a geração de ideias mantém o fluxo de inspiração e criatividade. Isso também dá a sua equipe um sentimento de participação e permite que eles saibam que a sua voz e as ideias importam e são vitais para o sucesso da empresa.

5 . Tire um dia ou até mesmo algumas horas de folga para ir à algum lugar que lhe inspira. 
Afastando-se de seu escritório por algumas horas ou, idealmente, um dia inteiro, ao estar de volta para o escritório, virá com uma nova perspectiva. Passar esse tempo em um lugar que te inspira ou acalma é o ideal para esta finalidade. Para mim, esse lugar é a praia. Descubra o seu e vá.

6 . Agende uma reunião com um colega para falar de trabalho. 
Quando eu realmente me sinto preso , convido meus amigos. E cada vez que eu faço isso, vou embora com tantas ideias que muitas vezes eu tenho que anotá-los no meu telefone para que eu não esqueça todas elas.

7 . Tire férias.
Pode ser que sua criatividade esteja bloqueada porque tem sido um caminho muito longo desde a sua última folga. Pode não ser um bom momento para passar um tempo fora do escritório, mas mesmo uma pernoite em um resort nas proximidades pode ser o suficiente para refrescar a sua criatividade.

8 . Desligue.
A ideia de um empresário de desligar de seu trabalho, mesmo que só uma hora por dia ou um fim de semana inteiro é o suficiente para mandá-lo para a terapia. Mas, uma coisa que eu aprendi é que quando eu dedico algum tempo para me desconectar do meu trabalho é quando as portas da minha criatividade reabrem. Há algo de muito poderoso sobre a criação de espaço entre o nosso trabalho e nós mesmos. É quase como uma mágica!

9 . Solicitar conselhos em lugares improváveis.
Às vezes, o que não é conectado à nossa organização ou até mesmo à nossa indústria, pode ser o lugar ideal para encontrar inspiração. Pessoalmente, eu faço muito isso e eu acho que as minhas melhores ideias sobre como angariar novos negócios vêm de lugares e pessoas mais improváveis.

10 . Medite, reze ou exercite-se. 
Você não tem que ser um tipo religioso ou até mesmo espiritual para obter o benefício dessas práticas da alma. (apelo a todos os ateus!).
Quando tentamos forçar a criatividade, podemos realmente bloqueá-la mais ainda. Estar em silêncio por alguns minutos por dia e se sentir confortável pode desbloquear nossa criatividade porque a quietude desacelera nossos pensamentos e limpa a mente . Para mim , correr sem música , ao ritmo de minha própria respiração tem um efeito semelhante sobre ao que a minha prática de meditação proporciona.

 

Links Relacionados
www.entrepreneur.com/article/230276

Fonte:Blog 3M

Fernando Cunha, 01/01/2014

Marinaldo Rosendo renuncia Prefeitura de Timbaúba nesta quinta-feira

Um gesto digno de grande futuro

 

O prefeito Marinaldo Rosendo (PSB), de Timbaúba, anunciou ontem, em entrevista a uma rádio do município da Mata Norte, que deixará o Executivo amanhã para disputar uma das vagas na Câmara dos Deputados, em 2014. Quem assume é o vice-prefeito e aliado político Júnior Rodrigues (PSB).

Mesmo podendo ficar no cargo até abril, Marinaldo resolveu antecipar a saída. Ele informou que a transmissão do cargo será feita em uma solenidade na Câmara de Vereadores, amanhã.

Na entrevista, o prefeito fez uma prestação de contas da gestão ao longo dos últimos cinco anos e agradeceu o apoio da população durante seu governo.

O socialista foi reeleito no município, em 2012, com 97% – 23.328 votos –, frente os 721 votos da adversária Socorro de Timbaúba (PSL).

Fonte: JC 01/01/2014

Fernando Cunha, SJE 01/01/2014

No Blog do Magno

senadora Marina Silva.

Pagador de promessas Candidato a deputado federal, o ex-prefeito de Timbaúba, Marinaldo Rosendo (PSB), cumpriu a promessa e renunciou ao mandato para iniciar a campanha rumo ao Congresso no último dia de 2013. São poucos os que abrem mão de um só dia no poder.

 

A foto não é de Marinaldo, e sim de Joalzinho, amigo e companheiro na chapa de Marinaldo.