Monthly Archives: janeiro 2014

Um clássico do cinema;exibido há mais de 20 anos,este filme de 1992,revela uma Sharon Stone, sexy,pervertida,dominadora e um Michael Douglas,policial atraído pelo desejo sem limites, inclusive colocando a sua vida em risco; Veja abaixo, a foto que ainda desperta o seu instinto!

 

Instinto Selvagem
Lançamento  (2h10min
Dirigido por
Com Michael DouglasSharon StoneJeanne Tripplehorn mais
Gênero Suspense , Policial , Erótico
Nacionalidade França , EUA

Sinopse e detalhes

 

Em São Francisco, o policial Nick Curran (Michael Douglas) fica fortemente atraído por Catherine Tramell (Sharon Stone), a principal suspeita de um assassinato. Apesar de ter consciência dos riscos que corre, Curran se expõe cada vez mais, mesmo quando novas mortes ocorrem.

 

Mudança de protagonista

Curiosidades sobre Instinto Selvagem

Originalmente, era intenção dos produtores que Kim Basinger interpretasse a personagem Catherine Tramell.

 

Cena picante

Curiosidades sobre Instinto Selvagem

A famosa cena da cruzada de pernas de Sharon Stone em Instinto Selvagem foi rodada sem que a própria atriz soubesse que o público perceberia que ela estava sem calcinha no momento. A atriz apenas soube durante uma exibição-teste, quando viu a cena já dentro do próprio filme. Irritada com o fato, Sharon apenas foi convencida a permitir a manutenção da cena pelo próprio Paul Verhoeven, que disse atriz que este poderia ser seu passaporte para a fama.

 

Filme dentro do filme

Curiosidades sobre Instinto Selvagem

Durante Instinto Selvagem, o personagem de Michael Douglas assiste trechos do filme Hellraiser – Renascido do Inferno (1987).

 

Futuro promissor

Curiosidades sobre Instinto Selvagem

O diretor de fotografia de Instinto Selvagem é Jan de Bont, que anos mais tarde viria a se tornar diretor de cinema e ser o responsável pelos sucessos Velocidade Máxima e Twister.

 

Continuação

Curiosidades sobre Instinto Selvagem

Seguido por Instinto Selvagem 2 (2006).

 

Fonte: ADOROCINEMA

Fernando Cunha, SJE 29/01/2014

Quem vai cuidar de você na velhice?

 

Uma das perguntas mais frequentes feitas às mulheres que não querem ter filhos é: "E quem vai cuidar de você na velhice?".

Uma jornalista de 43 anos disse: "Já sofri muito com as cobranças femininas. Acham que se eu não tiver filhos serei infeliz. Quando digo que não quero ter filhos e sou feliz assim, elas dizem: 'Então por que você não adota?' Quando respondo que não quero adotar, elas insistem: 'E como vai ser sua velhice sem ninguém para cuidar de você?'.

Muitas mulheres mais velhas acreditam que a família é uma prisão que impede que exerçam a própria vontade. Elas dizem que os filhos não respeitam as vontades dos pais e querem controlar suas vidas afetivas e sexuais, como se os velhos não fossem pessoas responsáveis, lúcidas e autônomas.

Elas afirmam que, apesar da ilusão de que os filhos são a garantia de uma velhice menos solitária, em grande parte dos casos essa expectativa não se confirma. Muitas alertam para os perigos de depositar nos filhos a esperança de uma velhice feliz. Elas acham melhor investir nas amizades para garantir companhia, amor e cuidado na velhice.

Os vínculos gerados pelo afeto, e não pela obrigação ou interesse, podem criar relações de reciprocidade e de cumplicidade entre as mulheres, que se divertem, se acompanham e cuidam umas das outras, especialmente na velhice.

Uma escritora de 75 anos disse: "Aprendi a afastar todas as pessoas que chamo de vampiras: aquelas que só sugam, reclamam, demandam, fazem mal, botam para baixo. Só quero na minha vida quem me cuida e me alimenta de coisas boas, quem me faz bem e me estimula a ser cada vez melhor. As minhas amigas são o meu maior patrimônio e a minha verdadeira família".

Nos últimos dez anos triplicou o número de pessoas de mais de 60 anos que vivem sozinhas, passando de 1,1 milhão para 3,7 milhões. Entre elas, 65% são mulheres, muitas das quais escolheram viver sozinhas para assegurar a autonomia.

As mulheres que tenho pesquisado aprenderam que, além de cuidar da saúde e garantir uma aposentadoria digna, existe outro importante investimento para experimentar uma velhice mais feliz: cultivar, desde cedo, as verdadeiras amizades. 

 
mirian goldenberg

Mirian Goldenberg é antropóloga e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É autora de 'Coroas: corpo, envelhecimento, casamento e infidelidade' (Ed. Record). Escreve às terças, a cada 15 dias.

 

 

Fonte: Folha

Fernando Cunha, SJE 29/01/2014

Vai Ter Copa! E Argentina ganha!

29/01/2014  03h02

 

Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Hoje eu tenho duas notícias, uma boa e uma ruim. Ou duas boas, ou duas ruins: Vai ter Copa e a Argentina vai ganhar! Rarará!

Atenção, black brócolis! Vai ter Copa e a Argentina ganha!

Pensamento de black brócolis: não vai ter Copa. Não vai ter Carnaval. Não vai ter verão. Não vai ter praia! Não vai ter pipoca! E não vai ter mais Brasil!

E sabe como se chama o dono do fusquinha queimado nos protestos? ITAMAR! Até em protesto tem predestinado!

E a oposição revoltada porque a Dilma parou pra dormir em Lisboa? Eu apoio a escala da Dilma em Lisboa por razões humanitárias: direto do Blatter pro Raúl Castro, sem escala? Sem tomar fôlego?! "Posso dormir antes?". Rarará!

Quando denúncia vira implicância, perde a credibilidade!

E Dilma e Cristina Kirchner! A Dilma tá parecendo o Bob Esponja, quadrado e com dois dentinhos.

A Cristina Kirchner tá parecendo a Gretchen. Com aquela boca de bico de tênis Conga. Com aquela boca de "VOU TE BEIJAR!". Rarará.

E a Dilma tuitou lá de Cuba: "Estou numa ilha aqui em cima, governada pela mesma família há 50 anos".

"São Luís!", gritou o Sarney. Ela estava em São Luís! Rarará!

E avisaram pra Dilma que tomara que caia em Cuba se chama "Abaja e Chupa"?

E eu sempre repito a definição de Cuba, dada por um repórter da "Newsweek". Três são as causas da vitória da revolução cubana: saúde, educação e habitação.

E três são as causas do fracasso: café da manhã, almoço e jantar! Rarará!

E o Fidel, El Coma Andante, com o agasalho Adidas! Devia mudar o nome pra Fadigas! Agasalho Fadigas!

E diz que o Fidel confundiu a Dilma com o Lula. "Lula, você tirou a barba?". "Não, comandante, yo soy Dilma". Rarará.

É mole? É mole, mas sobe!

O Brasil é Lúdico! Olha o nome desse prédio em Piuma, Espírito Santo: "Edifício EU". Rarará. Cúmulo do egocêntrico!

E a crise na Argentina? O site Twitteiro mostra o cartaz na loja de um argentino: "Vendo todo e me voy a la mierda". Rarará.

Nóis sofre, mas nóis goza!

Hoje, só amanhã!

Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno! 

 
josé simão

José Simão começou a cursar direito na USP em 1969, mas logo desistiu. Foi para Londres, onde fez alguns bicos para a BBC. Entrou na Folha em 1987 e mantém uma coluna que considera um telejornal humorístico.

 

 

Fonte: Folha SP

Fernando Cunha, SJE 29/01/2014

 

Estas publicações são para todos que fazem Moda e Arte em São José do Egito e que acreditam que podemos ter uma identidade cultural para valorizar a Cidade.

 

 

Modelos são espectadoras no novo vídeo da Prada

270114-prada-pv-2014-video-campanha-2

http://msn.lilianpacce.com.br/video/prada-video-campanha-pv-2014/

As modelos são espectadoras no ótimo vídeo de primavera-verão 2014 da Prada! Elas assumem o papel do público, num conceito que tem tudo a ver com o cenário e as roupas do desfile, cheio de ilustrações de olho em quem estava lá. A campanha brinca com situações armadas, como uma sessão de cinema, a pista de um show e a plateia de uma partida de tênis. Tudo, é claro, com looks da últimacoleção, com acessórios como a polaina-meião, as pulseiras com pedrarias e penase, é claro, os cocares estilizados! A fotografia do vídeo é assinada por Steven Meisel – clica no play que vale a pena!

Fonte: Lilian Pacce, msn

Fernando cunha, 28/01/2014

 

A maquiagem superartística de Ryan Burke

 

Ryan Burke faz produções superelaboradas em si mesmo e depois clica autorretratos

Ryan Burke, 29 anos, mora em NY. Há um tempo ele via seus amigos saírem pras festas montados de drag queen e, sem ser um expert em maquiagem, começou a fazer colagens no próprio rosto com formas geométricas, pérolas e qualquer material inusitado que pudesse criar um efeito de make 3D. Com o passar do tempo, Ryan aperfeiçoou seu trabalho e acrescentou o uso de maquiagens convencionais – mas sempre com um resultado nem um pouco comum! Agora ele chega a criar acessóriospra completar o visual desejado, em produções que levam de 3 a 8 horas pra ficarem prontas. E em um dado momento as selfies do celular passaram a ser pouco pra registrar todo esse trabalho, claro!

Será que é o novo hit? “Looking” é a nova série da HBO. Clica aqui!

Foi aí que Ryan, que já era fotógrafo antes disso, passou a fazer autorretratos com sua câmera profissional no final de cada make! Em entrevista pro Blog LP, ele deu sua opinião sobre os makes: “Algumas das minhas maquiagens são, de fato, inspiradas em drag queens, mas não me limito a isso, pois me foco mais em criar personagens que tenham sua própria estética e identidade e que não necessariamente são relacionadas à esse universo”. Ryan considera que a arte é a melhor forma de expressão pessoal que existe, além de ser um meio pra se conectar com seus amigos e se aproximar de desconhecidos que acham seu trabalho pela internet ou nas ruas: “Sempre saio com as maquiagens que faço, e esse é um dos maiores meios de divulgação do meu trabalho”. Ele já expôs suas fotos em galerias em Londres e NY e, pro futuro, pretende continuar com exposições e começar a publicar também em revistas! Na galeria você confere mais do trabalho dele – clica na foto!

Fonte: Lilian Pacce -msn

Fernando Cunha, SJE 28/01/2014

 

De distribuição gratuita de ingressos a programas realizados exclusivamente para funcionários, veja como 5 companhias apostam na cultura como "benefício"

Cultura também é benefício
São Paulo – "A gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte". A clássica música dos Titãs indica que não só o salário que paga as contas no fim do mês é importante, mas o acesso à cultura também.

Algumas empresas levam essa ideia a sério e incentivam a sua equipe a frequentar programas culturais com ações que não ficam só no discurso. Conheça cinco delas:

Itaú
Por mês, o Itaú sorteia, entre os funcionários, em média dez pares de ingressos para quatro espetáculos realizados no Auditório Ibirapuera, que está sob gestão do banco. Os interessados precisam se inscrever para concorrer aos bilhetes.

A empresa também organiza visitas guiadas às obras de arte presentes em seu centro empresarial – que lembra até um museu – em São Paulo. O circuito dura cerca de uma hora.

Além disso, para comemorar o Dia Nacional da Cultura (5 de novembro), durante os domingos do mês o banco promove apresentações de teatro, cinema, contação de histórias e exposições no clube da empresa, em São Paulo. No ano passado, funcionários do banco também tiveram um desconto especial em entradas para o Rock in Rio.

Entre os eventos culturais patrocinados pela empresa, também há ingressos reservados para os funcionários e sorteados. Entre julho e dezembro do ano passado, foram cerca de 2,5 mil bilhetes para mais de 30 espetáculos sorteados. Nos "Espaços Itaú de Cinema", que somam 56 salas pelo Brasil, funcionários e clientes também têm desconto de 50%.

Em novembro, há sessões exclusivas para a equipe de trabalhadores da empresa, por causa do Dia Nacional da Cultura. O Itaú tem aproximadamente 94 mil funcionários no Brasil.

ArcelorMittal
Entre os espetáculos infantis que a ArcelorMittal patrocina, sempre há uma cota reservada para os funcionários da empresa. O programa é chamado "Diversão em cena" e ocorre nas cidades mineiras de Belo Horizonte, Sabará e Juiz de Fora e na paulista Piracicaba, de abril a novembro.

No ano passado, foram 34 apresentações pagas, com cerca de 1.360 ingressos distribuídos entre os empregados da companhia.

Ao todo, foram 117 peças. Quando os espetáculos são gratuitos, a empresa organiza campanhas de comunicação interna para incentivar a equipe a frequentá-los. A ArcerlorMittal possui cerca de 15 mil funcionários no país.

Accenture
Por meio de sua rádio corporativa, a Accenture sorteia para os funcionários mais de 100 ingressos de cinema. No ano passado, foram 1.260 bilhetes. A empresa também faz parcerias que concedem descontos em cinemas e teatros e também sorteia entradas para grandes shows nacionais e internacionais. Em 2013, foram mais de cem ingressos.

Além disso, a companhia reserva convites de eventos culturais que a empresa patrocina para a sua equipe. Em 2013, foram 500 bilhetes. No Brasil, a companhia emprega 10 mil pessoas.

Santander
Os funcionários do Santander podem comprar ingressos para teatro e cinema com até 50% de desconto. Para quem trabalha na torre Santander, em São Paulo, é possível comprar as entradas pela metade do preço dentro da própria empresa. Isso vale para algumas peças teatrais e para todos os filmes exibidos no Cinemark e Playarte. No caso dos funcionários de outros unidades, o banco disponibiliza um fornecedor especial que envia os vouchers com desconto para todo o Brasil.

Além disso, equipe e clientes do banco têm o mesmo desconto nos cinemas Cinepolis, se fizerem a compra dos bilhetes com o cartão Santander.

Em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, há o Centro Cultural Santander. Lá, há três sessões diárias de cinema e um show por semana, além de exposições e workshops. Funcionários e clientes do banco têm acesso gratuito a toda a programação.

Ticket
Qualquer trabalhador de empresas que adotam cartões da Ticket pode se cadastrar no clube de descontos "Benefício Club" e ter acesso a uma série de programas culturais por preços promocionais. Entre os funcionários da própria Ticket, especialmente, esse cadastro é muito estimulado.

Só no ano passado, foram mais de 150 ofertas. Uma delas, foi a compra de um "cheque teatro" que, por 70 reais, dava direito a 12 peças de teatro e um par de bilhetes para o Cinemark. A empresa não consegue precisar quantos de seus funcionários estão cadastrados no clube de descontos. Ao todo, a companhia possui 680 funcionários no país.

Fonte:  REVISTA EXAME

Fernando Cunha, SJE – 28/01/2014

A sessão desta segunda dia 27/01/2014,aprovou um projeto para venda através de leilão do conjunto habitacional(casinhas), desta podemos tirar algumas lições:

veja trechos das cartas chilenas: um achado

Não acham contrabandos, porem, sempre,
Lhe tomam os dinheiros, que ele leva.
E o grande chefe ordena que se metam
330 – No régio erário todos, inda aqueles,
Que são de vários donos. Dize, amigo,
Já viste uma injustiça assim tão clara?
Aos grossos devedores não se tomam
Os seus próprios dinheiros, bem que tenham
335 – Comido os cabedais dos seus contratos
E, ao simples fiador de um rematante,
Que nada, ainda, deve, e que tem muito,
Vão-se, à força, tomar os seus dinheiros,
E os dinheiros, que é mais, de estranhas partes!
340 – Agora, Doroteu, não tens que digas,
Hás de, enfim, confessar, que o nosso chefe
Somente não oprime a quem lhe larga.
Ora, ouve as circunstancias que inda acrescem
E que inda afeiam mais o torpe caso:
345 – Espalham as más línguas, que Matúsio
Pedira ao tal sujeito lhe comprasse,
Uns finos guardanapos e toalhas;
Que o fiador mesquinho lh’os trouxera
 

1- as sessões da câmara estão cada vez mais vazias

2- se vota projeto tão rápido – aprovado

3- porquê se vota em quem não vota a favor da comunidade

4- porquê a população não participa?

5- mesmo a população dizendo "não" o projeto é aprovado

6- interessa a quem? quem vai controlar o recurso? como será aplicado?

7- houve discursão com a comunidade?quem fêz?

 

Fernando Cunha, SJE 27/01/2014